Pesquisadores brasileiros e internacionais avaliam imunidade de idosos, adolescentes e crianças vacinadas no terceiro dia do CoronaVac Symposium


Publicado em: 06/12/2021

A reação dos sistemas de proteção e defesa do organismo nas diferentes populações vacinadas contra a Covid-19 será o principal assunto apresentado no terceiro e último dia do CoronaVac Symposium, evento internacional online realizado pelo Instituto Butantan com o apoio da farmacêutica chinesa Sinovac entre os dias 7 e 9/12.  

A imunogenicidade da vacina em idosos e crianças baseada em ensaios clínicos de fase 2 será discutida pelo professor Hongjie Yu, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de Fundan, da China. A pesquisadora Susan Bueno, da Pontifícia Universidad Católica do Chile, abordará a segurança e eficácia da vacina com vírus SARS-CoV-2 inativado entre crianças no Chile. O tema também será debatido pela gerente de farmacovigilância da Sinovac, Jiayi Wang. 

Os ensaios clínicos que vêm sendo realizados pela Sinovac na China indicam que a vacina é segura para a população entre três e 17 anos e capaz de induzir alta resposta imune. Das 550 crianças e adolescentes que participaram do estudo, 96% apresentaram anticorpos 28 dias após a segunda dose. Resultados preliminares da fase 3 reforçam que o imunizante é seguro para esse público.

A proteção da vacina nas pessoas com comorbidades será mostrado pela diretora clínica dos Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), Eloisa Bonfá, especialmente entre pacientes com doenças autoimunes. No final da sessão, o pesquisador Zijie Zhang, do Grupo de Biologia de Sistemas no Laboratório Estadual de Conservação e Utilização de Bio-Recursos da Universidade de Yunnan, na China, vai apresentar a eficácia e segurança da CoronaVac em pacientes imunossuprimidos e com doenças crônicas.

Neste dia, os mediadores das discussões serão o professor de Bioquímica e Biologia Molecular da Universidade de Barcelona, Rafael Franco, e o professor de clínica médica da Universidade de São Paulo (USP), Paulo Andrade Lotufo. No período da tarde, haverá uma mesa redonda com especialistas comentando os principais assuntos apresentados nas sessões científicas.

O CoronaVac Symposium será realizado nos dias 7, 8 e 9/12, das 8h às 11h (horário de Brasília). O evento online internacional contará com a presença de pesquisadores brasileiros e de outros cinco países: Chile, Turquia, China, Espanha e Estados Unidos. 

A abertura do simpósio será realizada pelo presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, e pelo presidente da biofarmacêutica chinesa Sinovac, Weidong Yin. 

 

Serviço

CoronaVac Symposium

Dias: 7, 8 e 9 de dezembro

Horário: das 8h às 11h

Local: online

Inscrições pelo site