Butantan doa 400 mil doses de vacina contra influenza à cidade do Rio e faz oferta de 3 milhões de doses à OPAS


Publicado em: 15/12/2021

O Butantan vai doar 400 mil doses de sua vacina contra a influenza para a Prefeitura do Rio de Janeiro a fim de ajudar a combater o surto de gripe que já infectou mais de 21 mil pessoas nas últimas semanas, de acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde do Rio. O anúncio foi feito pelo governador de São Paulo, João Doria, e pelo presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, em coletiva de imprensa nesta quarta (8).

“O Daniel [Soranz, secretário de saúde da cidade do Rio de Janeiro] fez a solicitação de uma possível doação. Entrei em contato com o governador, que prontamente autorizou. A doação está sendo formalizada e chegará ao Rio de Janeiro na próxima sexta-feira ou o mais breve possível”, explicou Dimas.

A Prefeitura do Rio havia solicitado ao Butantan informações sobre a disponibilidade de doses de vacinas da influenza. O instituto possuía em estoque 3,4 milhões, mas elas haviam sido oferecidas ao Ministério da Saúde. Com a não aceitação do Ministério da Saúde, o Butantan pode fazer a doação diretamente para a prefeitura da capital fluminense.  

“Importante dizer que o Butantan é o maior produtor de vacinas da gripe do hemisfério sul. Nós temos uma grande fábrica, entregamos ao Ministério da Saúde esse ano 80 milhões de doses. Temos ainda doses em estoque que poderão ser usadas nesse momento em um eventual surto antes da temporada de gripe, que é no começo do ano, lá para maio, abril”, reforçou Dimas.

O presidente do Butantan também contou que foram ofertadas à Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), braço da Organização Mundial da Saúde (OMS) na América Latina, três milhões de doses que poderiam ser utilizadas por outros países do continente nos próximos meses. “Isso é uma importante notícia, o primeiro passo de internacionalização do Butantan em relação a essa vacina em especial”, vibrou Dimas.

Em abril, o imunizante contra a influenza fabricado pelo Butantan entrou na lista de vacinas pré-qualificadas da OMS, o que significa que ela recebeu o endosso do órgão internacional e pode ser fornecida às agências ONU e a outras nações.

 

Reserva de doses da CoronaVac

Ainda nesta quarta, Dimas e Doria anunciaram que o Butantan vai reservar 12 milhões de doses da CoronaVac, imunizante do instituto e da farmacêutica chinesa Sinovac contra a Covid-19, pensando em uma eventual aprovação do uso do imunizante para aplicação em crianças e adolescentes. “Essa reserva de doses é uma notícia importantíssima. O mundo está nesse momento fazendo um grande movimento de vacinação da população infantil e de adolescentes”, apontou o presidente do Butantan.

O Butantan deve encaminhar nas próximas semanas à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) os dados de imunogenicidade da CoronaVac com vistas à solicitação para autorização do uso da vacina na população pediátrica.