CoronaVac fez despencar o número de mortes em idosos no Brasil e no mundo, diz doutora em ciências


Publicado em: 06/12/2021

A CoronaVac, vacina do Butantan e da farmacêutica chinesa Sinovac, é comprovadamente segura e efetiva para indivíduos com mais de 60 anos. É o que reforça Ana Marisa Chudzinski-Tavassi, diretora de inovação do Instituto Butantan e do Centro de Excelência para Descoberta de Alvos Moleculares (CENTD). Por serem mais suscetíveis aos efeitos graves da doença, os idosos foram os primeiros a receber a vacina no Brasil e em diversos outros países.

Este é um dos temas que serão tratados durante o CoronaVac Symposium, evento internacional que será realizado nos próximos dias 7, 8 e 9/12 pelo Instituto Butantan e Sinovac. O encontro reunirá pesquisadores brasileiros de diversas áreas e especialistas dos Estados Unidos, Turquia, Chile, China e Espanha.

A cientista destaca que todos os países que aplicaram o imunizante em idosos observaram uma redução no número de mortes dessa população. “Então, obviamente, a CoronaVac é eficaz e segura para a população adulta e idosa”, afirma Ana Marisa.

Acesse o vídeo no Youtube

Veja este e outros vídeos em nossa playlist

Visite o site do CoronaVac Symposium

Inscreva-se para participar do evento