Em entrega de lote recorde de vacinas, Dimas diz que Butantan vai continuar atendendo ministério e estados que queiram CoronaVac


Publicado em: 30/08/2021

O Butantan entregou nesta segunda (30), ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, mais dez milhões de doses da CoronaVac, vacina do instituto e da farmacêutica chinesa Sinovac contra a Covid-19. Este é o maior lote já enviado ao governo federal desde janeiro. 

O presidente do Butantan, Dimas Covas, esteve presente na saída dos imunizantes e disse que o instituto vai continuar fornecendo vacinas a quem precisar.

 

“Ainda essa semana haverá uma liberação de doses e nós vamos atender o ministério e os estados que tenham necessidade da vacina. Nós vamos compatibilizar os cronogramas e vamos fazer a entrega para todos que têm contrato”, afirmou o presidente do Butantan.

Com esta carga, o Butantan já transferiu ao Ministério da Saúde 92,849 milhões de doses desde 17/1. O segundo contrato com a pasta, para o fornecimento de 54 milhões de doses, se encerra no final de setembro. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12/5. “Temos neste momento 13 milhões de doses no Brasil em processamento. Temos liberação quase que diária e estamos reprogramando as entregas porque temos outros contratos a serem concluídos, outros estados e outros países”, contou Dimas. 

Além do presidente do Butantan, participaram da entrega das doses o governador do estado de São Paulo, João Doria, o secretário da saúde do estado, Jean Gorinchteyn, a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização (PEI), Regiane de Paula, o presidente da Fundação Butantan, Rui Curi, e o superintendente do Butantan, Reinaldo Noboru Sato.