ESIB produz jogo para explicar uma das maiores conquistas da ciência: a vacinação

O jogo é um tabuleiro recomendado para os alunos do ensino fundamental aprenderem brincando sobre o atual momento


Publicado em: 02/02/2022

A Escola Superior do Instituto Butantan (ESIB) desenvolveu mais um jogo educativo que pode ser usado por estudantes e professores para ampliar os conhecimentos sobre ciência. O jogo “Imunidade Coletiva” tem como objetivo mostrar a importância da imunização coletiva da população alcançada por meio da vacinação de todas as pessoas.

A atividade é recomendada para alunos do 4º ao 7º ano do Ensino Fundamental – nessa etapa, a grade curricular aborda com temas como saúde pública, microrganismos, vacina e doenças, entre outros. O jogo serve como uma ferramenta pedagógica para auxiliar professores e professoras a explorar assuntos da ciência de maneira lúdica e interativa, seguindo as diretrizes da Base Nacional Comum Curricular.

 

O jogo está disponível para impressão gratuitamente no site da ESIB

O jogo é composto por um tabuleiro, 24 peões (oito na cor laranja, oito roxos e oito amarelos) e um caderno com sugestões de atividades. Os peões laranja representam as pessoas vacinadas, os roxos as pessoas infectadas e os amarelos as pessoas que nem foram vacinadas e nem estão infectadas. A brincadeira é feita em três rodadas e o número de infectados, vacinados e não vacinados vai se alterando para tornar a atividade dinâmica.

Enquanto jogam, os estudantes vão percebendo que, quanto mais peões infectados, menor é o número de jogadas até que todos sejam infectados. É possível fazer um comparativo com a vida real: quando a cobertura vacinal de uma determinada região é alta, a disseminação da doença é dificultada, pois o vírus não consegue se desenvolver em um organismo que está com anticorpos preparados para combater determinada doença.

Além de auxiliar no cumprimento da grade curricular dos alunos e alunas, o jogo é uma ótima oportunidade para professores e professoras explicarem o momento que estamos vivendo por meio de conteúdos sobre normas de segurança, vacinação, definição de pandemia etc.

Se houver disponibilidade de espaço e pessoas, o jogo pode ser realizado de forma adaptada em espaço livre. Para isso, os alunos deverão representar os peões com três tipos diferentes de identificação e manter o mesmo objetivo do jogo. O tabuleiro poderá ser demarcado no chão com espaço para caber um aluno por quadrado.

Conheça outros jogos educativos da ESIB 

Saiba mais sobre os dominós, livretos e moldes educativos dos museus do Butantan