Doações para construção de fábrica da CoronaVac no Butantan superam meta
Publicado em: 04/02/2021

A meta do Governo do Estado de São Paulo para a construção da nova fábrica da CoronaVac no Instituto Butantan, cujo objetivo era a arrecadação de R$ 160 milhões, foi superada. A quantia, obtida por meio de doações, chegou a R$ 162 milhões. “São doações humanitárias e solidárias de 36 empresas que fizeram suas doações ao Instituto Butantan, atendendo o apelo do Governador para contribuir nessa nova fábrica da vacina contra a Covid-19”, declarou o governador João Doria em coletiva de imprensa no dia 3 de fevereiro.

A nova fábrica, que se encontra em construção desde o dia 2 de novembro, terá 11 mil metros quadrados e capacidade para produção anual de 100 milhões de doses integralmente produzidas no Brasil, o que eliminará a necessidade de importação do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima que dá origem ao imunizante.

Com término previsto para 30 de setembro, a fábrica será capaz de produzir, em dezembro deste ano, as primeiras doses da vacina para a população. O objetivo é começar, a partir de janeiro do próximo ano, a produção industrial em escala para o atendimento de todo o Brasil.

Começou nesta quarta-feira (3) a terceira etapa de captação de recursos para os equipamentos complementares à fábrica. Será necessário buscar no setor privado mais R$ 20 milhões até março, totalizando R$ 180 milhões.