Uma história de perseverança e ciência: assista ao vídeo e conheça Lucas, um dos pacientes tratados com células CAR-T no Brasil

Entenda a importância do tratamento inovador para o estudante de medicina e outros pacientes de câncer no sangue


Publicado em: 30/06/2022

Cinco anos de tratamento contra leucemia, um transplante e quatro recidivas até finalmente encontrar a cura. Esse é o resumo da história do estudante de medicina Lucas Visconti, de 27 anos, um dos sete pacientes a serem tratados no Brasil com a terapia contra o câncer com células CAR-T. Desenvolvida no Centro de Terapia Celular de Ribeirão Preto, esse tratamento é considerado a forma mais avançada e inovadora de combate ao câncer e utiliza as próprias células de defesa do paciente, reprogramadas geneticamente em laboratório, para combater o câncer. 

Em breve, a terapia CAR-T deverá ser disponibilizada para a população brasileira pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Isso porque foi lançado, no último mês, o Programa de Terapia Celular, iniciativa do Butantan, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP-USP) e da Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto. Composto pelos centros Nutera-São Paulo e Nutera-Ribeirão Preto, os núcleos serão as primeiras instalações a produzir a terapia CAR-T em escala totalmente no Brasil.

Clique aqui e acesse a reportagem completa sobre a história de Lucas Visconti.

 

Saiba mais, no vídeo a seguir, sobre a importância desse tratamento para Lucas e para outros pacientes que combatem cânceres de sangue no Brasil.