Vacinação de crianças é mais que relevante diante de aumento de hospitalizações por Covid-19, diz Dimas Covas

Caso Anvisa libere a CoronaVac para crianças, Butantan reservou 15 milhões de doses para vacinar esse público


Publicado em: 19/01/2022

A vacinação de crianças vem se tornando cada vez mais necessária diante do aumento de hospitalizações por Covid-19 em todo o país, inclusive entre crianças e adolescentes. Por isso, o Butantan, produtor da CoronaVac no Brasil, reservou 15 milhões de doses para a população pediátrica mediante aprovação do imunizante pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), informou o presidente do instituto, Dimas Covas, durante coletiva de imprensa do governo de São Paulo nesta quarta (19) no Palácio dos Bandeirantes.

A diretoria colegiada da Anvisa deve votar a aprovação do uso emergencial da CoronaVac para faixa etária de três a 17 anos nesta quinta (20), às 10h.

Dimas ressaltou a importância de avançar a imunização de crianças após a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informar um dado alarmante: em apenas dois meses, houve um aumento de 61% na internação de menores de idade em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) em decorrência da Covid-19.

“A vacinação de crianças é um ponto mais que relevante nesse momento em que observamos pelos gráficos apresentados uma demanda evolutiva de internações de crianças. Isso é um fenômeno de deslocamento epidemiológico, quando se vacina os mais idosos, a pandemia se desloca para os não vacinados”, afirmou Dimas.

 

O presidente do instituto lembrou que há 15 milhões de doses da CoronaVac prontas para serem usadas nas crianças, e que o Butantan tem capacidade de entregar mais vacinas, de acordo com a demanda, caso haja a aprovação para uso pediátrico.

Dimas explicou que o Butantan usará toda sua experiência de entrega de doses de CoronaVac – 100 milhões para o governo federal e mais sete milhões para estados e municípios em 2021 – para permitir que o máximo possível de crianças e jovens sejam vacinados contra a Covid-19 no país.

“Uma vez aprovada a CoronaVac, o Butantan estará aberto a solicitações. Estamos prontos e otimistas para ajudar o estado de São Paulo e outros estados que assim desejem. Não temos nenhum acordo nesse momento com o Ministério da Saúde, mas estamos abertos a essa possibilidade.”

 

Vantagens da CoronaVac para crianças

Dimas lembrou que uma das vantagens da CoronaVac é que o esquema vacinal usado em crianças mundo afora é o mesmo dos adultos, ou seja, duas doses com intervalo de 28 dias entre elas.

Outro benefício é que a vacina do Butantan e da Sinovac demonstrou uma resposta imune contra a Covid-19 maior neste público do que nos adultos, com o mesmo sendo observado em relação às variantes.

“Tanto do ponto de vista da formação de anticorpos neutralizantes quanto da imunidade celular que permanece [pós-vacinação], os dados que temos com a ômicron são muito positivos e para a população pediátrica a perspectiva é que duas doses sejam suficientes”, disse.