Teiú, um lagarto tão brasileiro que você com certeza já viu por aí

Assustador à primeira vista, lagarto está presente em vários estados e chama atenção pelas grandes proporções


Publicado em: 28/06/2022

É muito possível que você já tenha encontrado um teiú (Salvator merianae) na sua vida. Lagarto de tamanho relativamente grande, sendo o maior lagarto brasileiro, tem um corpo que pode atingir 50 centímetros – mas se considerarmos o rabo, ele pode chegar a até 2 metros no total. Suas cores mesclam tons de preto, amarelo e branco, e suas laterais são preenchidas com bolinhas claras.

Ele pode ser encontrado em todas as regiões do Brasil e até no norte da Argentina, em maior abundância nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste do país, com exceção da Floresta Amazônica. Possui hábitos territorialista, generalista e tem grande facilidade em se adequar a novos ambientes, por isso conseguem se adaptar às grandes cidades. E apesar de possuir comportamento agressivo, geralmente tende a fugir quando se sente ameaçado.

Com uma alimentação onívora e muito variada, o teiú come de tudo um pouco: carniças, carnes em geral, insetos, aves, roedores, anfíbios, outros lagartos, ovos de diversas espécies, além de frutas e folhas das mais variadas espécies. Assim como o jabuti, desempenha um papel muito importante como dispersor de sementes, por incluir diversas espécies de frutos nas suas refeições.

Uma curiosidade é sua grande importância na comunidade indígena. Historicamente, o teiú é um grande recurso dos povos originais, que utilizavam sua carne como alimento, seu couro e gordura – o que só é possível porque ele existe em grande número e alcança um tamanho respeitável.

Seu comportamento é sazonal: no verão e na primavera podem ser vistos repousando ao sol, em busca por alimento e reprodução. Já nos meses mais frios, entre final de maio e final de agosto, ele hiberna, permanecendo inativo em tocas por longos períodos.

 

LAGARTO TEIÚ

Espécie: Salvator merianae, da ordem Squamata, da família Teiidae e do gênero Salvator.

Onde habita: regiões abertas e bordas de matas de diversos biomas, do Sul ao Norte brasileiro.

Características físicas: com corpo e calda robustos, pode medir até 2 m; possui coloração escura com manchas e bolinhas em tom amarelo claro e branco.

Alimentação: onívoros, come de tudo, insetos, aves, roedores, anfíbios, outros lagartos, ovos de diversas espécies, frutas, folhas e inclusive carniça.

Reprodução: a fêmea chegam a fazer uma postura de 12 a 35 ovos, variando de acordo com o tamanho do animal.

 

Este texto foi produzido com o apoio de Gustavo Fernandes Silva -  Biólogo Tecnologista de Laboratório Pleno do Biotério Semiextensivo de Quelônios e Lagartos - Laboratório de Ecologia e Evolução.