Chega em São Paulo o 4º e maior lote para a produção da vacina do Butantan
Publicado em: 04/02/2021

Desembarcou na noite desta quarta-feira (3), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, o quarto lote de insumos para produção da vacina do Butantan. A maior carga até agora, remetida da China, chegou ao Brasil pela Latam Cargo e trouxe 5,4 mil litros de insumos, suficientes para produzir 8 milhões e 600 mil doses do imunizante – que serão integradas ao PNI (Plano Nacional de Imunizações). O governador João Doria, o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, e o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, acompanharam o desembarque dos insumos.

Com a entrega de mais esse lote, o Butantan entregará, até a segunda quinzena de março, 17 milhões e 300 mil doses da vacina. "Essa quantidade representa 90% do total de vacina disponibilizada no Brasil contra a Covid-19. Ou seja, nove em cada dez vacinas para o combate à Covid-19 são vacinas do Instituto Butantan. De São Paulo para o Brasil", afirmou Doria em coletiva realizada nesta quarta-feira (3).

De acordo com o Governador, após a fase de produção pelo Instituto Butantan, as vacinas serão distribuídas para todo o Brasil pelo Ministério da Saúde a partir do dia 23 de fevereiro.

“Iremos liberar, pelos próximos 30 dias, 600 mil vacinas por dia. Isso vai acontecer durante o mês de março, 30 dias após o dia 23 já temos essa entrega planejada. Chegará mais matéria-prima da China e na nossa expectativa não haverá mais interrupção dessa produção”, afirmou Dimas Covas. O diretor do Butantan ressalta que o Instituto pode cumprir rapidamente o contrato inicial de 46 milhões de doses para o Ministério da Saúde e prosseguir com as demais 54 milhões já previstas.

Uma nova remessa de 5,6 mil litros de matéria-prima deve chegar na próxima semana (dia 10) e dará origem à produção de 8,7 milhões de doses. Dessa forma, as vacinas prontas e os insumos irão corresponder a mais de 27 milhões de doses para imunização.


Próximos passos da vacinação no estado de São Paulo

A coletiva realizada na quarta-feira, no Palácio dos Bandeirantes, trouxe “boas notícias”, conforme declaração de Doria. O Governador anunciou o início da vacinação de idosos na capital e no estado de São Paulo. Serão cinco pontos de drive thru para imunização, medida que garante conforto, funcionalidade e segurança. A partir da próxima segunda-feira (8), aqueles com mais de 90 anos começam a ser vacinados. Depois, a partir de 15 de fevereiro, o grupo com mais de 85 pode iniciar a vacinação.

Na capital, os pontos de drive thru estarão localizados no Estádio do Pacaembu, na Praça Charles Miller; em frente à entrada principal da Arena do Corinthians; no Autódromo de Interlagos, de frente aos portões principais; no Pavilhão de Exposições do Anhembi; e, por fim, na Igreja Batista Boas Novas, no Parque da Vila Prudente. Além desses postos, a prefeitura vai garantir a vacinação dos idosos em uma rede de 468 Unidades Básicas de Saúde espalhadas por todas as regiões da capital paulista.