É importante devolver à sociedade todo o estudo científico que embasou a CoronaVac, diz doutora em imunologia


Publicado em: 06/12/2021

Um marco em termos de vacina: é assim que a líder científica do Butantan Denise Vilarinho Tambourgi, vice-coordenadora do Centro de Excelência para Descoberta de Alvos Moleculares (CENTD), define a CoronaVac. A vacina iniciou o processo de imunização contra a Covid-19 no Brasil e hoje é aplicada em mais de 40 países de todos os continentes. Tudo isso é fruto de dezenas de estudos científicos nacionais e internacionais que comprovam a sua eficácia e segurança.

Boa parte dessas pesquisas serão apresentadas durante o CoronaVac Symposium, evento internacional que será realizado pelo Butantan e pela Sinovac nos dias 7, 8 e 9/12, e que promoverá discussões e debates entre pesquisadores brasileiros e especialistas de países como Estados Unidos, Turquia, Chile, China e Espanha.

“Desde o seu desenvolvimento, muito foi falado sobre a CoronaVac. Acho importante devolver à sociedade e aos pares todo o estudo científico que embasou a formulação da vacina e que levou a ensaios clínicos de sucesso, permitindo a imunização de grandes grupos de pessoas no Brasil e no exterior”, destaca Denise.

Acesse o vídeo no Youtube

Veja este e outros vídeos em nossa playlist

Visite o site do CoronaVac Symposium

Inscreva-se para participar do evento