Instituto de Saúde Pública do Chile aprova uso emergencial da CoronaVac
Publicado em: 21/01/2021

A CoronaVac foi testada no Chile em ensaios clínicos de Fase 3 e recebeu autorização do Instituto de Saúde Pública (ISP) para uso emergencial. A expectativa é que, após a negociação do governo de 10 milhões de doses para o primeiro semestre deste ano, chegue a primeira remessa com pouco mais de 2,1 milhões de doses até o fim do mês de janeiro. A vacina será administrada em adultos entre 18 e 59 anos.

A reunião do ISP teve 11 votos a favor, dois contra e uma abstenção, além de algumas considerações em comum entre os cientistas. Uma delas é a limitação da idade para a vacinação, pois ainda não há evidências disponíveis para aplicação em pessoas com 60 anos ou mais. Outra é a realização de acompanhamentos contínuos de farmacovigilância, para estar atento a eventuais efeitos colaterais, além do compromisso dos pesquisadores de informar ao ISP os dados de imunogenicidade e resposta celular.