Eficácia e segurança da vacina são principais temas do primeiro dia do CoronaVac Symposium


Publicado em: 30/11/2021

O histórico do imunizante mais usado no mundo, desde as primeiras pesquisas até ser disponibilizado para a população, será um dos principais assuntos abordados na sessão de abertura do CoronaVac Symposium, na próxima terça (7). O evento online internacional organizado pelo Butantan com o apoio da Sinovac vai apresentar todo o processo de estudos clínicos realizado para garantir a excelência do desenvolvimento da vacina no Brasil e no mundo. 

O pioneirismo e prevalência na imunização internacional, a eficácia da CoronaVac e a segurança de sua aplicação no combate ao vírus SARS-CoV-2 serão apresentados em detalhes no encontro, mostrando a excelência da vacina por meio do aprofundamento de dados levantados por pesquisas em diversos países.

A primeira palestrante do dia, Yalling Hu, vice-presidente da Sinovac Life Science CO e responsável pelas operações de P&D, apresentará os dados científicos que basearam o processo de desenvolvimento da CoronaVac, desde o início das pesquisas de base.  

Os resultados dos estudos de eficácia da CoronaVac no Chile serão trazidos pelo infectologista Rafael Araos, professor da Faculdade de Medicina na Universidad del Desarrollo, na região metropolitana de Santiago, e assessor do Ministério da Saúde do Chile.

Os ensaios clínicos de fase 3 da CoronaVac no Brasil – pesquisa que demonstra a eficácia e segurança de um imunizante em larga escala e que fundamenta a obtenção de sua autorização para uso e registro sanitário – serão abordados pelo médico infectologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Esper Kallás. Já o professor Serhat Unal, da Hacettepe University, da Turquia, irá falar sobre os estudos clínicos de fase 3 realizados pelo país do Oriente Médio. 

As descobertas e conclusões do Projeto S, estudo de efetividade realizado pelo Butantan no município de Serrana, no interior de São Paulo, também serão destaques no encontro internacional. 

O diretor geral do Hospital Estadual de Serrana, Marcos Borges, abordará a importância da metodologia pioneira do projeto, que permitiu avaliar a efetividade de uma vacina contra Covid-19 durante a pandemia. Os estudos possibilitaram avaliar a circulação do vírus SARS-CoV-2, a transmissão entre os moradores e o número de casos graves após a imunização.  

“Durante a pandemia, percebemos muitas pessoas querendo definir as políticas públicas. É fundamental ter eventos dessa natureza onde se reúnem pesquisadores do mundo inteiro para discutir um tema específico. Os rumos da pandemia e os próximos passos devem ser ditados pela ciência”, explica Marcos Borges, que também é professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

O CoronaVac Symposium será realizado nos dias 7, 8 e 9/12 com a presença de pesquisadores brasileiros e de outros cinco países: Chile, Turquia, China, Espanha e Estados Unidos.  

A abertura do simpósio será realizada pelo presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, e pelo presidente da Sinovac, Weidong Yin. A mesa de abertura contará com a participação do diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações e membro do Comitê Técnico Assessor do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Renato Kfouri, e do médico especialista em saúde pública e medicina preventiva da Yale School of Public Health Sten H. Vermund.

No período da tarde, em todos os dias do evento, haverá mesas redondas com especialistas comentando os principais assuntos apresentados na parte da manhã. 

 

Serviço 

CoronaVac Symposium - simpósio internacional sobre a CoronaVac

Dias: 7, 8 e 9 de dezembro

Horário: das 8h às 11h 

Local: online

Inscrições pelo site coronavacsymposium.butantan.gov.br