Publicado em: 10/02/2021

Idoso que faleceu em Guaratinguetá não morreu por ter recebido a vacina

Não é verdadeira a informação que vem circulando nas redes sociais de que a morte de um idoso, morador de uma instituição de longa permanência de Guaratinguetá, foi causada pela aplicação da CoronaVac. A Prefeitura de Guaratinguetá confirmou que o idoso faleceu devido à Covid-19, mas a doença se manifestou antes que a vacina fizesse efeito, ou seja, antes que o organismo do idoso tivesse tempo de criar a resposta imune e ficar protegido. 

Vale lembrar que quem toma a vacina não se torna protegido imediatamente: o organismo demora um período para ficar imune, entre a aplicação da vacina e o desenvolvimento dos anticorpos. O tempo entre a aplicação da vacina e a imunização varia de pessoa para pessoa.

Pode confiar: a vacina do Butantan é segura e eficaz. Ela é feita com vírus inativado, ou seja, morto: isso significa que o vírus contido nela é incapaz de fazer mal ao organismo humano.