ENTRE ASPAS
Os estudos finais da CoronaVac mostraram que nós temos no Brasil uma boa vacina, que funciona contra as variantes, e que consegue prevenir doença grave, hospitalização e morte. É isso que a gente precisa neste momento.
Natalia Pasternak
microbiologista e presidente do Instituto Questão de Ciência

VOCÊ SABIA?
Você sabia que é possível utilizar plasma para tratar pacientes com Covid-19?

O Butantan iniciou em 2021 um projeto piloto de utilização de plasma convalescente para tratar pacientes com Covid-19. Pessoas imunossuprimidas, com comorbidades, maiores de 60 anos e com diagnóstico comprovado de Covid-19 podem receber o tratamento. A parte líquida retirada do sangue de pessoas que já tiveram infecção pelo novo coronavírus - que contém anticorpos neutralizantes contra o SARS-CoV-2 - é denominada plasma convalescente. O objetivo desta alternativa é transferir anticorpos ao paciente, de maneira passiva, até que seu próprio organismo tenha tempo para montar sua resposta imune.


#FATO CoronaVac não é uma "vacina experimental". Esta expressão vem sendo usada por movimentos antivacina para desacreditar os imunizantes. A CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac, já obteve autorização de uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Ou seja, é comprovadamente uma vacina segura e eficaz contra o novo coronavírus.


#FAKE Autoridade da Anvisa diz que população corre risco ao tomar vacinas. A fala de um representante do órgão regulador sobre "risco sanitário grave", de fevereiro de 2021, foi tirada de contexto. Na ocasião, a autoridade expressou discordância sobre uma medida provisória que pretendia a aprovação de vacinas sem análise do órgão sanitário. Ou seja, a fala não se relaciona a imunizantes que foram autorizados pela Anvisa para serem aplicados na população, como é o caso da CoronaVac.


#FATO Tomar vacina não impede alguém de contrair Covid-19 e transmitir o vírus para outras pessoas. Após o governador de São Paulo, João Doria, contrair o SARS-CoV-2 depois de ter recebido as duas doses da CoronaVac, algumas pessoas questionaram a eficácia da vacina. Os imunizantes contra o novo coronavírus, no entanto, previnem contra quadros graves da doença e óbito, mas não impedem que o indivíduo se contamine com o vírus. Por isso, é importante continuar seguindo as medidas de segurança mesmo depois da vacinação.


#FAKE Butantan cria página da ButanVac no Facebook para recrutar voluntários para ensaios clínicos. É falsa a fanpage criada com o nome da nova vacina do Butantan contra a Covid-19. Vale lembrar que o instituto não recruta voluntários por meio das redes sociais e que as informações sobre o imunizante devem ser buscadas nos canais verificados do Butantan. O único canal oficial dedicado integralmente à ButanVac é o site https://butanvac.butantan.gov.br/.


VÍDEOS