Confira a lista de estudantes que vão representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Biologia
Publicado em: 02/07/2021

Parabéns aos classificados para a Olimpíada Internacional de Biologia (IBO)! Nesta quinta (30), foi divulgada a lista oficial dos estudantes selecionados para participar da IBO representando o Brasil. A decisão foi tomada após um período de capacitação online, realizada pelo Butantan com os 25 vencedores da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB). Os quatro primeiros colocados na prova que encerrou a capacitação vão disputar o título internacional no próximo mês. Já os participantes que ficaram entre o quinto e oitavo lugar participarão da Olimpíada Ibero-Americana de Biologia (OIAB), que ocorre em setembro.

Neste ano, a IBO acontece de forma digital, assim como foi a OBB, que precisou ser inteiramente remodelada para se adequar ao cenário de pandemia da Covid-19. A prova, teórico-prática, será realizada por meio de um software específico e encaminhada aos coordenadores da OBB um dia antes para tradução.

Os 10% primeiros colocados conquistarão medalhas de ouro, enquanto os 20% seguintes receberão prata. Já os 30% subsequentes ganharão medalhas de bronze. "Estamos otimistas porque conseguimos passar todo o conhecimento aos alunos e capacitá-los para as etapas internacionais", conta a pesquisadora científica do Butantan Sonia de Andrade Chudzinski, coordenadora nacional da OBB.

Programa de Capacitação Online do Instituto Butantan

Neste ano, a OBB contou com cerca de 25 profissionais do Butantan - entre bolsistas, pesquisadores, educadores e colaboradores das áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação. De acordo com Sonia, não foi tarefa fácil adaptar as aulas presenciais para o digital, principalmente as realizadas em laboratório. Foi necessária a união de diversas áreas do Instituto para produzir vídeos didáticos e elaborar materiais complementares em um curto espaço de tempo.

Todo o conteúdo foi disponibilizado no Programa de Capacitação Online do Instituto Butantan para preparar e selecionar às etapas internacionais os 25 alunos que haviam sido aprovados na Fase 2B. Para isso, foi criada uma nova plataforma, que reuniu aulas gravadas, cartilhas, atividades, e dicas para capacitação em diferentes áreas da Biologia.

“Apesar da edição ter ocorrido de forma virtual, conseguimos reunir alunos e coordenadores das escolas em um só ambiente”, explica a coordenadora nacional da OBB. “A plataforma não só disponibilizou conhecimento por meio dos materiais, mas também melhorou a interação entre participantes”, conclui.

No total, 1.505 escolas de 590 municípios inscreveram seus alunos na 17ª edição da OBB. Foram disputadas 25 medalhas de ouro, 50 de prata e 100 de bronze, além de 200 menções de honra ao mérito. Também foram concedidos o Certificado Menina da Biologia para a estudante melhor classificada e o Certificado Melhor Estudante da Rede Pública. Além disso, 20 estudantes de escola pública dentre os medalhistas serão selecionados para receber uma bolsa de iniciação científica júnior junto ao Instituto Butantan.