Vacinação de “Esperanças” com CoronaVac encerra imunização de adultos em São Paulo


Publicado em: 16/08/2021

Nesta segunda (16), em paralelo à entrega ao Ministério da Saúde de mais 4 milhões de doses da CoronaVac, vacina do Butantan e da chinesa Sinovac, quatro estudantes de 18 anos da rede pública de ensino de São Paulo, todas chamadas Esperança, foram vacinadas para marcar o encerramento da primeira etapa da imunização de adultos contra a Covid-19 no estado. De acordo com o site Vacinajá, mais de 91,43% dos adultos paulistas já tomaram uma dose de vacina contra o vírus SARS-CoV-2. 

 

Gabrielly Esperança dos Santos, de Campinas, Esperança Aparecida de Jesus Martin Izidoro, de Guarulhos, Eliane de Jesus Esperança, de Jacareí, e Esperança Maria Gomes Rodrigues, de Mauá, receberam a primeira dose da vacina, comentando já estarem ansiosas para receberem a segunda. “Gratidão. Graças a Deus chegou a nossa vez”, comemorou Gabrielly Esperança. “É uma coisa que você não sabe como expressar. Ainda não caiu a ficha para mim, imagina para os meus familiares”, comentou Esperança Aparecida. 

 

As quatro meninas foram vacinadas pela primeira pessoa a receber a Coronavac no Brasil, a enfermeira Monica Calazans. “Nós tivemos dois dias de esperança. Dia 17 de janeiro [quando começou a vacinação] e hoje. Há um ano e meio, nós não tínhamos esperança nenhuma, com pessoas morrendo. Hoje não. Hoje temos, e vamos vencer essa doença, vencer essa pandemia. Eu vacinei e estou bem, então acreditem na vacina”, celebrou a enfermeira.

 

Ainda durante o evento, o presidente do Butantan, Dimas Covas, lembrou que o instituto já pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorização para uso da CoronaVac entre crianças e adolescentes de três a 17 anos. “A análise técnica do processo terminou na sexta e nesse momento ele está na diretoria colegiada”, explicou Dimas. “Estamos aguardando ansiosamente porque isso pode mudar o panorama de aplicação de vacinas nos próximos meses", completou ele, afirmando que espera que a autorização saia nos próximos dias.

Também participaram do evento o governador de São Paulo, João Doria, o secretário de saúde do estado, Jean Gorinchteyn, a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane Cardoso de Paula, e o secretário de educação do estado, Rossieli Soares. Além da vacinação das “Esperanças”, as autoridades e jornalistas presentes acompanharam a saída de mais quatro milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Agora, já são 72,849 milhões de doses fornecidas desde 17/1.

 

Mais doses recebidas

Na última semana, o Butantan recebeu outras quatro milhões de doses prontas enviadas pela Sinovac. Neste domingo (15), chegaram dois milhões de doses, e na sexta, e na sexta (13), outras dois milhões de doses prontas. Elas serão submetidas a um rigoroso controle de qualidade do Butantan antes da liberação ao Ministério da Saúde. As vacinas prontas serão inseridas nas entregas do segundo contrato firmado com o PNI, para o fornecimento de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12/5.