População de Guaxupé participa dos ensaios clínicos da ButanVac, nova vacina do Butantan contra a Covid-19


Publicado em: 25/08/2021

A população do município de Guaxupé, em Minas Gerais, já pode se inscrever para participar dos ensaios clínicos da ButanVac, nova vacina do Butantan contra a Covid-19 que será inteiramente produzida com insumos nacionais. Basta entrar no site da prefeitura da cidade e preencher o questionário.

A decisão de incluir a cidade mineira na pesquisa, que foi iniciada no Hemocentro de Ribeirão Preto, veio após uma solicitação do município. “Guaxupé poderá participar deste estudo, que é tão importante porque é uma nova vacina, uma vacina muito promissora e que pode de fato fazer diferença a partir do final desse ano, começo do ano que vem”, explica o presidente do Butantan, Dimas Covas. 

 

A prefeitura do município fará a seleção dos voluntários com mais de 18 anos interessados em fazer parte do ensaio clínico. Os moradores interessados passarão por uma triagem na terça (31/8), quarta (1/9) e quinta (2/9), na Escola Municipal Noêmia Costa Monteiro, das 9h às 18h.

Todos os voluntários selecionados para a pesquisa serão vacinados contra o SARS-CoV-2, seja com ButanVac, seja com CoronaVac, imunizante do Butantan feito em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac que já está em uso no Brasil. A vacinação acontecerá na cidade de Ribeirão Preto, na sexta (3/9) e sábado (4/9), sendo que a segunda dose será dada em 2/10.

Guaxupé, que possui 50 mil moradores, imunizou, até o momento, quase 39 mil pessoas. A campanha de vacinação contra a Covid-19 na cidade está disponível para a faixa de 25 a 29 anos.

A ação em Guaxupé faz parte da etapa A da fase 1 dos ensaios clínicos da ButanVac, que irá atestar a segurança e seleção de dose da vacina. Para participar, é preciso ter mais de 18 anos, nunca ter tido Covid-19, não ter sido vacinado contra o SARS-CoV-2 e nem ser alérgico a ovos e frango. Na etapa B, poderão participar inclusive pessoas vacinadas ou que tenham sido infectadas pelo SARS-CoV-2. A previsão é que o estudo seja finalizado em 17 semanas.

“Essa é uma iniciativa concreta que nós estamos trazendo para Guaxupé. A equipe do Butantan estará disponível a partir de agora para ajudar a trocar experiências com o município e todas as autoridades que puderem nos ajudar nessa batalha contra a Covid-19”, completa o presidente do Butantan.

 

A foto da cidade, publicada nesta matéria, foi gentilmente cedida pela Prefeitura de Guaxupé.