Novo lote de 4 milhões de doses da CoronaVac é entregue pelo Butantan ao Ministério da Saúde


Publicado em: 23/08/2021

Na manhã desta segunda (23), um novo carregamento de 4 milhões de doses da CoronaVac, vacina do Butantan e da farmacêutica chinesa Sinovac contra a Covid-19, foi entregue pelo instituto ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. Com isso, já são 78,849 milhões de doses do imunizante encaminhadas ao governo federal desde 17/1, quando iniciaram os envios.

Acompanharam a saída dos lotes da fábrica do Butantan o governador de São Paulo, João Doria, o secretário de saúde do estado, Jean Gorinchteyn, a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane Cardoso de Paula, o presidente da Fundação Butantan, Rui Curi, e o superintendente do Butantan, Reinaldo Noboru Sato.

As 4 milhões de doses entregues nesta segunda fazem parte do segundo contrato firmado pelo instituto com o Ministério da Saúde, para o fornecimento de 54 milhões de doses da CoronaVac – na soma dos dois contratos, o acordo envolve a entrega de 100 milhões de vacinas.

A previsão é que todos os imunizantes encomendados pelo governo federal sejam entregues 30 dias antes do prazo contratual, que era no final de setembro. “Temos toda a CoronaVac, uma parte em produção e outra parte já pronta, para ser entregue até o final do mês ao Ministério da Saúde”, assinalou Reinaldo.

Na coletiva realizada após a saída das doses, Jean Gorinchteyn comentou sobre o pedido feito à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de alteração na bula da CoronaVac para permitir que a vacina seja administrada no público de três a 17 anos. De acordo com o secretário de saúde, o Butantan trabalha para cumprir as solicitações feitas pelo órgão regulador a fim de conceder a autorização.

Além disso, Rui Curi explicou aos jornalistas presentes que o Butantan está coletando e organizando os dados científicos de farmacovigilância e imunogenicidade que devem ser entregues à Anvisa em relação ao uso da CoronaVac.