Nova carga de insumos para produção da vacina do Butantan chega ao Brasil


Publicado em: 04/03/2021

Na manhã desta quinta (4), chegou ao Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, uma carga de 8,2 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima para a produção da vacina do Butantan contra a Covid-19. A carga foi enviada pela Sinovac, parceira do Instituto no desenvolvimento da vacina, e será utilizada na produção de 14 milhões de doses da vacina.

Este é o maior carregamento de insumos já enviados da China desde o início da fabricação da vacina. Estiveram no aeroporto para recebê-la o governador de São Paulo, João Doria, o Secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, e o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas.

Desde 17 de janeiro, o Butantan já entregou ao Ministério da Saúde 14,45 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, e entregará outras 21 milhões de doses até o final de março. Com isso, a expectativa é finalizar o primeiro contrato assinado entre Butantan e Ministério de Saúde, para a fabricação de 46 milhões de doses até 30 de abril.

Isso será possível porque o Instituto continua aumentando a quantidade de pessoas e recursos destinados para a produção da CoronaVac. “Estamos aumentando o tempo de trabalho. Agora o Butantan opera 24 horas por dia, sete dias por semana, para agilizar a produção e entrega de mais doses da vacina”, explicou João Doria em coletiva de imprensa no início da semana.

Com isso, o segundo contrato para a produção de 54 milhões de doses será entregue até o final de agosto – um mês antes do previsto.

O Ministério da Saúde já encomendou ao Butantan outras 30 milhões de doses, que estão em fase de contratação. Além disso, o estado de São Paulo encomendou mais 20 milhões de doses.

Atualmente, a cada dez pessoas vacinadas no Brasil, oito são imunizadas com a vacina do Butantan.