Com mais 1 milhão de doses, Butantan finaliza 1º contrato para envio de 46 milhões de doses ao PNI


Publicado em: 12/05/2021

Na manhã desta quarta (12), o Instituto Butantan encaminhou um novo carregamento contendo mais 1 milhão de doses da CoronaVac, a vacina contra a Covid-19 produzida em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde. Com esse envio, o Butantan alcança a marca de 46,1 milhões de doses enviadas ao governo federal.

Dessa forma, o Instituto finaliza as entregas previstas no primeiro contrato firmado com o PNI, para o fornecimento de 46 milhões de doses, e já inicia o segundo contrato, para a produção de mais 54 milhões de doses da CoronaVac. 

De acordo com o governador de São Paulo, João Doria, que acompanhou a saída dos caminhões com as vacinas, a previsão é integralizar o total de 100 milhões de doses até 30 de setembro, mas o prazo poderá ser revisto diante do atraso nos envios de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da China. Ainda segundo o governador, há 10 mil litros de IFA na Sinovac, prontos para serem encaminhados ao Butantan, aguardando liberação burocrática.

Além de João Doria, acompanharam o envio do novo carregamento o secretário de estado da saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane Cardoso de Paula, o presidente da Fundação Butantan, Rui Curi, e o superintendente geral da Fundação, Reinaldo Noboru Sato. 

Desde 17/1, quando começaram os envios de CoronaVac ao governo federal, o Butantan entregou ao PNI 8,7 milhões de doses em janeiro; 4,85 milhões em fevereiro; 22,7 milhões em março; 5,8 milhões em abril; e 4,05 milhões de doses, até o momento, em maio.