Butantan libera mais 2 milhões de doses da CoronaVac ao Ministério da Saúde


Publicado em: 09/08/2021

O Instituto Butantan entregou nesta segunda (9) mais dois milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 para o Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). Com isso, já são 66,849 milhões de doses da CoronaVac, vacina do Butantan feita em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, entregues desde o dia 17/1. A vacina do Butantan contra o SARS-CoV-2 foi a primeira a ser usada no Brasil.

O lote entregue nesta segunda, e os que virão nas próximas semanas, foram produzidos a partir da carga recorde de 12 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) que chegou ao Brasil em 13/7. 

O governador de São Paulo, João Doria, o secretário de saúde do estado, Jean Gorinchteyn, a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane Cardoso de Paula, e o superintendente do Butantan, Reinaldo Noboru Sato, acompanharam todo o processo da entrega.

De acordo com o superintendente do Butantan, por volta do próximo dia 18 um novo carregamento de 4 mil litros de IFA deve chegar ao Brasil, servindo para a produção de 10 milhões de doses.

As vacinas liberadas pelo Butantan nesta segunda fazem parte do segundo contrato firmado com o Ministério da Saúde, de 54 milhões de vacinas. O primeiro, de 46 milhões, foi concluído em 12/5.

 

Chegada de doses prontas

Neste domingo (8), um voo da companhia aérea Turkish Airlines aterrissou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo, com mais 2 milhões de doses prontas de CoronaVac enviadas pela Sinovac. A aeronave saiu de Pequim, na China, e fez escala em Istambul, na Turquia, antes de chegar ao Brasil.

Estas doses vão passar por um rigoroso processo de qualidade antes da entrega ao Ministério da Saúde para serem divididas aos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal. A chegada de vacinas prontas dá mais agilidade à distribuição de CoronaVac em todo o Brasil.