Butantan anuncia inquérito domiciliar e sequenciamento de variantes do SARS-CoV-2 em Guaxupé (MG)


Publicado em: 23/08/2021

O Instituto Butantan e a prefeitura de Guaxupé (MG) oficializaram nesta segunda (23) uma parceria para mapear a transmissão local da Covid-19 por meio de um inquérito epidemiológico e da realização do sequenciamento das variantes do vírus SARS-CoV-2 no município.

“Iniciativas como essa parceria são fundamentais para compreendermos não somente a disseminação do vírus, mas também a evolução das variantes no território nacional e os estudos e estratégias necessárias para combater a Covid-19”, afirmou o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas.

Da próxima sexta (27) até o domingo (29), agentes de saúde de Guaxupé irão visitar 616 residências para realizar a testagem de todos os moradores da casa para a presença da Covid-19. Para isso, a cidade vai ser dividida em clusters (áreas demarcadas), e as residências pesquisadas serão sorteadas conforme o tamanho de cada cluster. Os testes rápidos de antígeno serão fornecidos pelo Butantan ao município.

Posteriormente, as amostras coletadas no inquérito domiciliar serão enviadas até o instituto para passarem pelo sequenciamento genômico, que determinará qual variante do vírus SARS-CoV-2 predomina em Guaxupé.

A iniciativa tem como objetivo verificar a transmissão local da Covid-19 por meio da detecção do SARS-CoV-2 e da aplicação de uma estratégia de combate à pandemia a partir do isolamento de quem estiver com diagnóstico confirmado de Covid-19. As informações coletadas pelos profissionais de saúde serão integradas à plataforma Tainá/GHM, contribuindo para mapear a transmissão do vírus em Guaxupé.

Além do inquérito domiciliar, está em avaliação a possibilidade de incluir munícipes de Guaxupé nos ensaios clínicos da Butanvac, nova vacina do Butantan contra a Covid-19. Os voluntários fariam parte da fase 1 do projeto, que avalia se o imunizante é seguro.